30/03/2007

28/03/2007

Turismo não acompanha a qualidade da Programação cultural de Seia


Não há turismo em determinada região, se não houver uma boa programação cultural.
Em Seia esta tese não se aplica. Porquê? Vamos ver.
A programação da Casa Municipal da Cultura tem vindo ano após ano a ganhar uma qualidade que mete inveja a regiões do País muito mais desenvolvidas que a nossa. Temos um festival de cinema e ambiente, o CineEco, que ao longo dos anos tem projectado e levado o nome de Seia e da Serra da Estrela aos quatro cantos do mundo, não só pelos filmes que se candidatam que chegam de todo o mundo, como também pela selecção dos filmes vencedores, tendo como mais recente caso o documentário do Jorge Pelicano, “Ainda há pastores?” galardoado com o prémio Lusofonia no passado festival e recentemente galardoado com o prémio categoria Atlântico no festival de cinema em Tui-Espanha tendo sido já seleccionado para mais dois festivais internacionais. É preciso não esquecer que tudo o que se está a passar com este filme, começou em Seia. Mas, nem só de cinema vive o homem. Também ao nível de iniciativas na vertente musical, Seia se tem destacado. Basta para tal verificar as estatísticas e facilmente nos apercebemos que o festival de jazz e blues é já outro marco na programação cultural e divulgação de Seia e da Serra da Estrela. Este ano a divulgação foi tal que veio gente de todo o país assistir aos 4 dias do festival, além que, quinze dias antes do seu inicio já se liam artigos sobre o mesmo, nos jornais nacionais, nos melhores blogues de música nacionais e espanhóis, já se ouvia falar nas rádios regionais e nacionais, além das televisões. Tudo isto chama gente, tudo isto atrai turistas. Dei-vos aqui dois bons exemplos de como a cultura está associada à atracção turística, outros poderia dar mas fico-me por estes. Infelizmente, já o mesmo cenário não posso traçar sobre o turismo na nossa região, estando consciente também que alguns investimentos têm sido feitos e que há vontade de fazer ainda mais, como é o caso do CISE, Centro de Interpretação da Serra da Estrela que certamente veio trazer uma mais valia a Seia e à região, esperando que os objectivos a que se propõe sejam alcançados. Temos alguns investimentos privados de grande projecção nacional e estrangeira como é o caso do Museu do Pão, que também alia a cultura às práticas de atracção turística, como são exemplo as tertúlias que mensalmente se vão realizando naquele espaço e que têm trazido a Seia gente conhecida e reconhecida das artes, dos espectáculos, do desporto, da televisão. Temos ao nível de alojamentos e restauração a Quinta do Crestelo proprietária também das Casa do Cruzeiro no Sabugueiro e que recebe ao longo do ano colónias de jovens de todo o país,e, temos o Museu do Brinquedo que a julgar pelos números que por vezes se vão lendo, também contribui fortemente para a atracção do turismo à região.
A pergunta que se coloca é se “Isto chega?”
Não chega, mas já é alguma coisa.Em minha opinião o que está por lapidar é a própria Serra da Estrela. Ouvimos falar dela apenas no Inverno e quando neva. Esta promoção é falsa. A Serra da Estrela não é só neve. No Verão a Serra é lindíssima, oferece-nos paisagens de encantar. Não é por acaso que o filme “Ainda há pastores?” ganhou o festival. Ganhou-o pela qualidade do tema, mas também pelas bonitas paisagens que o abrilhantam. Não é por acaso que o filme “Non a Van Gloria de Mandar” foi rodado na Serra da Estrela. Não é por acaso que o filme “Coisa Ruim” foi rodado na nossa região. Os produtores procuraram enquadrar o seu filme nas belas paisagens da Serra e do interior, é por isso que vieram para cá filmar, porque noutros pontos do país não conseguiam obter os resultados que se propuseram ao inicio obter.
O que falta?
1 - Falta desviar o trânsito da zona histórica da cidade e permitir que a mesma dê condições aos turistas para passearem livremente nesta zona;
2 - Falta sinalizar devidamente os monumentos históricos que cá temos através de cartazes gigantes com a fotografia, o nome e um pouco da história de cada um;
3 - Falta como acontece noutras zonas turísticas, criar rotas dos monumentos da região que permitam ao turista conhecer o concelho, através por exemplo de passeios em mini-bus;
4 - Falta encontrar uma solução que se enquadre até nas práticas da defesa ambiental e que permita ao turista passear pela cidade por exemplo numa charrete;
5 - Falta colocar uma placa logo quando se começa a subir para a Aldeia da Serra ou via Loriga, com imagens das lagoas que existem na Serra e a sua localização;
6 - Para ser mais arrojado, falta organizar viagens em helicópteros, devidamente pagas, para o turista sobrevoar a Serra e apreciá-la através de vista aérea;
7 - Falta pensar no turismo como uma prática diária e não apenas de fim-de-semana

Esta é a minha opinião, apontando caminhos em meu entender fáceis de concretizar e pouco dispendiosos, mas concerteza que nos darão outra projecção turística.

Alentejo no seu melhor


Serpa:

A General Electric implementou o seu projecto de energia solar em Portugal, tendo escolhido a zona de Serpa para instalar aquela que é a maior central fotovoltaica do mundo e que representa um investimento na ordem dos 60 milhões de euros.A nova unidade de produção conta com uma potência de 11 megawatts e 52 mil módulos fotovoltaicos e irá permitir fornecer electricidade a oito mil lares portugueses, permitindo poupar mais de 30 mil toneladas anuais de emissões de gases com efeito de estufa, quando comparada com uma produção equivalente a partir de combustíveis de fósseis.
Alqueva:
O maior lago artificial da Europa, como se pode ver através de um pequeno video que fiz recentemente naquela localidade.

27/03/2007

Por falar em Salazar...


Como é que é possivel que os Portugueses o tenham escolhido como o "Grande Português" naquele programa que eu nunca vi por achar desinteressadamente desinteressante? Se este homem representa isto tudo para Portugal, o que representam então Mário Soares, Sá Carneiro, D. Afonso Henriques, Fernando Pessoa, etc,etc,? É caso para perguntar: "quem entende o nosso povo?". Somos um povo que idolatra os opressores? ou, somos um povo sem consciência e sem educação há imagem do que Salazar queria?

O blog feito pelos seus leitores

Lauro António informa:
Amanhã, dia 29 de Março, no Café Restaurante VáVá, mais um jantar-tertúlia, desta feita com a presença de um convidado especial, Fernando Dacosta, cuja mais recente obra, “As Máscaras de Salazar”, tem despertado o maior interesse (20 edições, em poucos meses!) e se enquadra, na perfeição, na polémica que agita o País. Venha, pois, ao jantar-tertúlia do VáVá.Diando se já reservou lugar. Se não, vai ser difícil, mas pode sempre tentar (a lotação está esgotada há muito, mas há sempre uma ou outra desistência na hora).
Um abraço amigo do Lauro António.
PS. Para saber mais sobre o convidado:
http://vava-diando.blogspot.com/2007/03/fernando-dacosta.html

O blog feito pelos seus leitores


A foto que é o orgulho do nosso País.enviado por: I.R.

26/03/2007

50 anos dos Tratados de Roma


Celebrou-se ontem na Casa Municipal da Cultura César de Oliveira, em Oliveira do Hospital, os 50 anos dos Tratados de Roma. Na ocasião foram oradores o Dr. Pacheco Pereira, o Eng.º António Campos, o Prof. Dr. Alfredo Marques. A organização esteve a cabo da Câmara Municipal daquela cidade e em boa hora o fez. Estive presente, apreciei a organização desde o primeiro minuto quando se deu inicio aos trabalhos com a actuação da Orquestra Juvenil do clube caça e pesca de Oliveira, que abriu a cerimónia com o "Hino da Europa" de forma brilhante. Confesso que foi a primeira vez que assisti a uma actuação daquela orquestra e devo dizer que maravilha aqui temos ao nosso lado no concelho vizinho. O debate foi interessante, por um lado o Eng.º António Campos um Europeista convicto, por outro Dr. Pacheco Pereira mais céptico quanto ao futuro da Europa. Uma coisa é certa deu para perceber o funcionamento do Parlamento Europeu nalguns aspectos, assim como deu para perceber que os Portugueses veêm a Europa não pela paz e solidariedade entre os países membros, mas sim pelo dinheiro que emana dela.
E...quando a torneira fechar?

Foto: ohpositivo

25/03/2007

"Ainda há pastores?" vence festival em Espanha


O documentário sobre os pastores da Serra da Estrela, "Ainda há pastores?", venceu o Festival Play-Doc, III Festival Internacional de Documentário, em Tui – Espanha. O filme foi seleccionado para integrar a categoria Atlântico, ao lado de outro filme português "Um pouco mais pequeno do que o indiana", de Daniel Blaufuks, e "Angola saudade de quem me ama", de Richard Pakleppa. Dum total de 500 filmes que chegaram à organização, foram 27 os documentários seleccionados e que estiveram em cartaz ao longo do Festival, que decorreu entre 21 e 25 de Março, de 2007. A toda a equipa do "Ainda há pastores?" e em especial ao Jorge Pelicano, mais uma vez, cá vai o meu abraço de felicitações.

Porque vamos continuar a falar de práticas de atracção turistica


...aqui vos deixo um video que fiz recentemente sobre a cidade de Évora. Vejam e apreciem alguns pormenores, evidentemente relacionados com a promoção turistica daquela cidade.

7 anos após a sua morte, continua vivo dentro daqueles que o admiravam


2000 – Sábado – 25 / Março...
O concelho de Seia, perdia no sentido lacto da verdadeira
amizade, um bom amigo! Um viandante de espírito com plenitude em todas as suas experiências, completo de humanismo e humildade, sem segundas intenções! Acreditava na vida, são, claro, transparente.Possuía um coração alegre como o das crianças.Perdia-se um homem íntegro!Referir seu nome? Não valerá a pena! Acho que ficou bem gravado no coração daqueles em que tocou, ensinou, amou, ajudou, orientou... e sobretudo, criou! Saber recordar com alegria, embora com laivos de saudade, é essencial, faz bem à alma, tal como saber escutar o que nos transmitem, plenos valores humanos e boa-fé! Dotado de uma sensibilidade e afectividade, fazia-nos entrar em contacto num mundo de cores, pintadas com as suas sonoras gargalhadas! A maior parte das pessoas fala, mas não comunica! Fala, para desabafar, para se exibir, para se valorizar, para dominar, para controlar, porque está aborrecida, por hábito... porque a comunicação tem que ter alegria! Humilhação mata! Era assim, o amigo que todos nós ainda hoje recordamos. Porquê? Simplesmente pela sua característica de ser muito alegre! Na cabeça daquele menino, nascido a 11 de Janeiro de 1955, na bela aldeia de Torroselo... fervilhavam sonhos, tantos sonhos, desde criança. De feitio irrequieto... Porém, no período mais feliz da sua vida, como uma “bomba”, da qual ninguém espera... desapareceu!Recordar o passado com tristeza? Não!

23/03/2007

Audio blogue

Está no ar o programa Audio Blogue

Na próxima semana:

Uma solução para o turismo no concelho de Seia


Rota das maravilhas da Serra da Estrela
Na sequencia da eleição das maravilhas do concelho de Seia, apraz-me avançar com uma solução para a promoção do turismo no nosso concelho. À imagem do que se faz noutras localidades do País que investem fortemente na sua promoção local e turistica, Seia, deveria antes de mais, proibir o trânsito na sua zona histórica como medida de incentivar os turistas a passear livremente nesta zona, desfrutarem dos belos monumentos que cá existem e saberem um pouco mais da sua história. Outra medida para que os turistas que nos querem visitar não se limitem apenas a subir à Torre, que, em minha opinião nada tem de extraordinário comparado com outros locais na Serra da Estrela, deveria ser a criação da rota das maravilhas da Serra da Estrela que permitiria ao visitante partir pela manhã de Seia numa visita guiada em mini-bus e visitar por exemplo, ao longo de todo o dia estas 7 maravilhas do concelho que aqui recentemente estiveram a votação e que podem ser vistas ainda na barra lateral do blogue. O mini-bus sairia de Seia, após a visita à Igreja da Misericórdia, passaria na Sr.ª do Desterro onde faria a visita à Cabeça da Velha, dali partia para Valezim para visitarem a Igreja Romana, descia a Sandomil onde visitava a Ponte Romana e onde por exemplo haveria a paragem para o almoço. A seguir ao almoço rumava a Vide para levar os turistas a visitar as gravuras rupestres, subia a Loriga para uma visita à Garganta de Loriga e pela nova estrada da Portela do Aarão subiria à Serra para verem a Lagoa comprida. A chegada a Seia estaria marcada para as 18 horas. Com a criação deste serviço estariam com toda a certeza a contribuir de uma forma sustentada para a promoção do turismo no concelho de Seia e para a contribuição de um belo dia proporcionado a quem nos visita. Este serviço implicaria um custo de visita, que teria incluido a viagem/passeio e o almoço, à imagem do que fazem por exemplo em Évora, cidade eminentemente turistica e que está anos luz à frente do conceito de como se deve promover o turismo, como vos vou mostrar através de alguns panfletos que trouxe do posto de turismo de Évora e através de um video que fiz nessa cidade e na barragem do Alqueva, no interior Alentejano.

22/03/2007

Ponte Romana de Sandomil, das 7 a concurso, foi eleita a maravilha do concelho de Seia


Num total de 45 votos, a Ponte Romana de Sandomil acabou por ser a eleita.

Qual a maravilha do concelho de Seia que elege como a melhor?
Ponte romana Sandomil
28.9%
Garganta de Loriga
26.7%
Cabeça da velha
22.2%
Lagoa comprida
8.9%
Igreja românica Valezim
6.7%
Igreja da Misericórdia
4.4%
Gravuras rupestres Vide
2.2%

Parabéns pelo 4.º aniversário


Ao blogue MICRÓBIO as minhas felicitações pelo 4.º aniversário e que continue
a postar com a qualidade que lhe é sobejamente conhecida e reconhecida.
http://o-microbioii.blogspot.com

21/03/2007

Pacheco Pereira em Oliveira do Hospital


No âmbito das comemorações dos 50 Anos do Tratado de Roma, decorre Domingo, dia 25 de Março, na Casa da Cultura de Oliveira do Hospital, pelas 15h45m, uma sessão comemorativa. Esta iniciativa do Município de Oliveira do Hospital contará com a actuação da Orquestra Juvenil do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital, que entoará, às 16h00m, o Hino da Europa. Depois realizar-se-á um debate subordinado ao tema "Tratados de Roma: O que Mudou na Europa?", que terá como oradores, o Eng.º António Campos , o Dr. Pacheco Pereira e o Prof. Dr. Alfredo Marques, Presidente da CCDRC.

Fonte - RBN

19/03/2007

O mistério do número 1


O Benfica está a 1 ponto, de passar para 1.º lugar no dia 1 de Abril.

Parabéns Radio Boa Nova


Hoje, dia 19, dia do pai, a Radio Boa Nova celebra 21 anos de emissão ao serviço da região. A toda a equipa da RBN os meus parabens e votos que continuem o bom trabalho.

18/03/2007

As 7 maravilhas do concelho de Seia


Até ao momento já foram ultrapassados os 20 votos. Relembro que a eleição para a mais bonita maravilha do concelho de Seia, decorre até ao dia 21 de Março, dia em que se comemora a entrada da Primavera. Se ainda não votou, basta clicar no link que se encontra no topo do blogue. Para visionar as 7 maravilhas seleccionadas é só verificar na barra lateral esquerda onde se encontram publicadas as imagens, o nome e o número a que correspondem.

14/03/2007

Declaro aberta a votação


AS 7 MARAVILHAS DO CONCELHO DE SEIA

Caros leitores.
Está aberta a votação para a nomeação da maravilha que considera ser a mais bonita do Concelho de Seia. Para votar, basta clicar no link no topo da página e será direccionado para o respectivo sitio de voto. A votação está aberta a partir de hoje e até ao dia 21 de Março. Para visionar as maravilhas a concurso basta verificar na barra lateral esquerda onde estão todas expostas, com o respectivo nome e número de identificação.

Maravilha n.º 7


Igreja românica
Valezim

1000 posts

Em pouco mais de 1 ano, mais propriamente em Setembro de 2005, nasceu o Oceano das Palavras. Atinge hoje precisamente com este, a marca dos 1000 posts, o que, diga-se em abono da verdade, representa muito trabalho e muita paciência. Só visitas, em pouco mais de 1 ano, já ultrapassa as 40.000, o que, por esse motivo, quem está hoje de parabéns é você leitor deste blogue, sem o qual não seria possivel chegar a esta marca. Espero continuar a merecer a sua visita e desde já muito obrigado.

13/03/2007

Por falar em futebol


Desde que escrevi aquele célebre artigo na revista Pública sobre o Fernando Santos e o Rui Costa, não me lembro de escrever sobre futebol aqui no blogue. Não pensem que me deixei de interessar por essa "arte". Estou à espera de voltar à carga no final deste mês de Março, altura em que o Benfica já estará em 1.º lugar na superliga, no entanto só tenho a dizer (para já) que enquanto a imprensa anda entretida com as fintas do Quaresma, o Simão lá vai marcando, lá vai dando a marcar, já está à frente na lista dos melhores marcadores e a mostrar como se joga a bola.

10/03/2007

BLOGUES


Este é o novo programa em formato audio que estreia hoje aqui no meu blog. Todas as semanas pretendo destacar aqui um blog dos leitores que normalmente consultam o meu. Para iniciar, começo com o blog LEGUMES SALTEADOS, sendo seu autor, Romeu Lopes. Para fazer uma visita basta ir até: http://legumesalteados.blogspot.com

Na próxima semana, não perca o AUDIO BLOGUE com o "blog dos bravos", que é o mesmo que dizer "Os bravos não usam cuecas brancas".

09/03/2007

Maravilha n.º 6

Garganta de Loriga Fotografia: http://aesquinadotempo.nireblog.com

O belíssimo Vale de Loriga teve origem glaciar,tal como o Vale do Zêzere,este situado do lado oposto da Serra da Estrela.O mesmo glaciar,que se situava no planalto superior da serra,dividiu-se e rasgou estes dois vales,e outros vales menores e menos imponentes. Porém,os dois vales glaciares mais imponentes da Serra da Estrela são diferentes porque as condições geológicas são um pouco diferentes.Do lado de Loriga,o granito era mais compacto e sólido,pelo que os efeitos erosivos do glaciar foram diferentes. A massa compacta de duro granito dificultou a erosão ao Glaciar de Loriga. Assim,enquanto do lado de Manteigas o glaciar abriu o característico vale em U aberto,do lado de Loriga o gelo rasgou um vale mais estreito, deixando altos penhascos e encostas escarpadas,um cenário não menos espectacular.Devido a essas características,os menos eruditos acham que o Vale de Loriga não é um vale glaciar,ou pensam que a parte do glaciar que abriu este vale era menor que aquela que abriu o Vale do Zêzere. Outra característica do vale são as depressões em socalcos,onde outrora existiram lagoas,e que são conhecidas como covões.A maior dessas depressões teve aproveitamento hidrico considerável,a Barragem de Loriga.Por cima da Barragem de Loriga estão as Pistas de Esqui de Loriga,exactamente na àrea superior do Vale de Loriga,onde o glaciar começou a abri-lo.De referir uma outra depressão chamada Covão da Areia,e que se encontra na espectacular Garganta de Loriga.

Noticia Radio Boa Nova


Aos cibernautas:
Se em Janeiro ultrapassámos pela 1ª vez as 40 mil visitas, Fevereiro veio confirmar essa tendência, com 45107, apesar de ser um mês com menos dias. Num total de 3867 ip's diferentes, a segunda-feira continua a ser o dia com maior tráfego. Os acessos são feitos ao longo das 24 horas, num crescendo desde as 3 horas até ao meio-dia. O Brasil foi, depois de Portugal, o país com mais pessoas a aceder a página, a que se seguiu os Estados Unidas da América, Alemanha, Liechtenstein, Holanda, Inglaterra e Espanha. Continua a predominância dos "clientes habituais" que têm o endereço nos favoritos (92,8%), 3,4% recorrem a motores de busca e os restantes chegam por via de links em outras páginas, como ondalivre.com,ervedalense.no.sapo.pt,
radiobasedados.no.sapo.pt, oceanodepalavras.blogspot.com, afcoimbra.com, entre outros. Em vésperas de comemorar o 21º aniversário e um ano de emissão on-line, este fim de semana contamos levar um pouco a todo o mundo a XVI Feira do Queijo, Mel e Enchidos, para ajudar a matar saudades...veremos se isso ajudará a termos maior contentamento com os números de Março.

Pela minha parte cá continuarei a divulgar a Radio Boa Nova com muito gosto...

08/03/2007

Maravilha n.º 5

Cabeça da Velha

Deixando Seia pela EN 231, volte à esquerda em S. Romão, para ver o rochedo ciclópico da Cabeça da Velha, a cerca de 250 metros da Senhora do Desterro.

autora da fotografia: Tânia Leonor

Concelhia do PSD de Seia, demite-se


Última hora

O líder do PSD de Seia, José Luís Abrantes, e o presidente da Mesa da Concelhia, Tenreiro Patrocínio, terão pedido a demissão do cargo. A eleição de Álvaro Amaro para liderar o partido no distrito está na origem da decisão.
in - Jornal "Terras da Beira"

Resta agora saber quem é que está disponivel para avançar para a liderança da concelhia do PSD de Seia. Seja quem for, e estas que se seguem são palavras que se ouvem de alguns militantes: "que seja uma pessoa estimada pelos municipes e pelo povo e não o contrário...".

PCP - Seia, promove debate sobre incêndios


Uma das grandes problemáticas trazidas pela chegada do verão passa pela questão dos fogos florestais. Apesar de ainda estarmos no Inverno e a chuva, de quando em vez, ainda marcar presença, a Comissão Concelhia de Seia do PCP vai promover no dia 16, pelas 21h00, uma sessão pública de esclarecimento e debate sobre “Defesa da Floresta e Incêndios Florestais”. Participa nesta iniciativa Agostinho Lopes, membro da Comissão Política do PCP e deputado da Assembleia da República.

07/03/2007

O blog feito pelos seus leitores


Festival de Fanfarras em Montemor-o-Novo
DOMINGO, DIA 11 DE MARÇO, ESTÁDIO 1.º DE MAIO
Integrado nas comemorações da elevação de Montemor-o-Novo a cidade e no 35.ºAniversário da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Novo,realiza-se um festival de fanfarras, onde a beleza será a sua marca, com a presença das fanfarras dos Bombeiros de: Montemor-o-Velho, Cacilhas, Portimão, Arraiolos, Santiago do Cacém, Coruche, Bombarral, Aljezur e Montemor-o-Novo.
O Programa é o seguinte:
9:00-Hastear das Bandeiras
10:00-Recepção das Fanfarras e Bandas convidadas no Quartel
11:00-Tatoo com as Fanfarras e Bandas convidadas no Estádio 1.ºde Maio

06/03/2007

maravilha n.º 4


Igreja da Misericórdia

Fachadas joaninas, lápide datada de 1773, talha barroca no interior. Esta foi construída em 1571 por iniciativa da Santa Casa da Misericórdia. Tem três altares; possui dois ternos de paramentos brancos, cada um com a respectiva capa de asperges, todos em lhama de prata e ouro.