29/05/2012

Porque razão uma jornalista há-de ter mais credibilidade que um Ministro?

Noutros tempos já estive muitas vezes onde acontecia a noticia, via a noticia acontecer e mais tarde lia e via a noticia passada para o publico leitor e a noticia que eu via porque estava lá muitas das vezes aparecia completamente ao contrário daquilo que tinha acontecido. Uma jornalista não é por ser jornalista que é mais séria que um Ministro ou que outra pessoa qualquer. Há ainda jornalistas que omitem informações de cariz noticioso porque por qualquer razão a titulo pessoal e muitas vezes por interesses ocultos "não gostam de A ou de B" privando muitas vezes os leitores da verdade.Isso não é jornalismo.

Jovem continua ligado a ventiladores e com medicação para não acordar

28/05/2012

Jovem de 17 anos agredido continua em estado crítico nos HUC

Continua em estado crítico o jovem de 17 anos agredido na madrugada do passado sábado, em São Romão, Seia. Contactada pelo DIÁRIO AS BEIRAS, a unidade dos cuidados intensivos dos Hospitais da Universidade de Coimbra adianta que o quadro clínico do paciente é “coma induzido, ligado a ventiladores e com medicação para não acordar”. Adiantaram ainda que “não se pode considerar mesmo assim o seu estado estável, uma vez que qualquer doente internado nesta unidade se encontra instável”.

Notícia completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 29 de maio

27/05/2012

Vale do Alva a Amazónia de Portugal

Hoje foi dia de fazer o percurso da descida ao Rio Alva a partir de Torroselo em direcção a Vila Cova. Muita vegetação, abundância de morangueiros silvestres, carvalhos, castanheiros, pinheiros, choupos, amieiros, e até...BANANEIRAS entre tantas outras espécies que se podem avistar neste percurso de intensidade elevada devido ao alto grau de inclinação e ao comprimento do percurso neste vale acessivel apenas a pé o que o torna quase "virgem", A duração foi de 3h00 com saída ás 8h00 e chegada novamente a Torroselo pelas 11h00.






e o RIO ALVA já tem uma musica e logo a soar de uma guitarra Portuguesa. Muito bom mesmo.

26/05/2012

Domingo 7:30 A.M. inicio do percurso

Amanhã, Domingo, 7:30 saída para o percurso do Rio Alva em Torroselo. Recorde-se que Torroselo é a unica Freguesia banhada pelo Alva que não aproveita o rio também muito em parte devido á falta de acessos. Amanhã segundo me informaram teremos de ter muito cuidado até chegar ao rio devido ao declive do caminho. Levarei a maquina fotografica comigo para registar o que houver a registar.

Masterclass de Documentário com Pedro Serra Nunes. Dia 16 de Junho

Integrado no programa “Cine’Eco todo o ano” terá lugar no próximo dia 16 de Junho, na Casa Municipal da Cultura de Seia, a realização de uma masterclass de Documentário com Pedro Serra Nunes. Trata-se de uma iniciativa que procura sensibilizar, desafiar e estimular, criativa, técnica e esteticamente todos os participantes para o universo do documentário de criação através do visionamento e análise de filmes. Permite ainda aprofundar e consciencializar os participantes para a importância que os dispositivos transformadores da perceção têm sobre o real, bem como o desenvolvimento de estratégias de manipulação e criação imagética a partir da realidade que nos rodeia. Tem ainda como objetivo dotar os participantes de ideias e intenções que possam contribuir para uma melhor interpretação do documentário contemporâneo.

Inscrições gratuitas e limitadas a 20 pessoas

Podem ser feitas na Casa da Cultura – Telf. 238 310 293 até 4 de junho

Dia 27 há FANFARRAS em Seia

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Seia promove no domingo, dia 27 de Maio, o XI Encontro de Fanfarras. O desfile, que tem início na rotunda do Tear até ao largo da Câmara Municipal, está marcado para as 15 horas e conta com as presenças das fanfarras dos Bombeiros Voluntários de Gouveia, Mangualde, Oleiros, Oliveira do Hospital, São Romão e Seia.
O Encontro de Fanfarras está integrado nas comemorações do 78º aniversário da Associação Humanitária, cuja sessão solene vai ter lugar no dia 3 de Junho.

3 Senenses na Selecção Nacional de Voleibol

Selecção Nacional de Voleibol conta com 3 Senenses na equipe,sendo um deles André Lopes o capitão,Marco Ferreira e Alex Ferreira.

25/05/2012

O "Público" sempre foi um jornal que nunca deu destaque ao interior do País.

Em relação á trapalhada do jornal Público o seu patrão, Belmiro de Azevedo, já deixou o recado aos Directores do jornal: "preocupem-se mas é para que o jornal dê lucros" e com isto está tudo dito. Estará o jornal Público á beira do fecho? A ver vamos. Eu, da minha parte deixei de o comprar há 3 anos atrás porque sempre foi um jornal que nunca deu destaque ao interior do País.

SPORTING CLUBE DE PORTUGAL PROMOVE TREINOS DE CAPTAÇÃO EM SÃO ROMÃO

O Departamento de Recrutamento do Sporting Clube de Portugal, em parceira com a Associação Desportiva de São Romão, vai promover sessões de treinos de captação de jovens atletas para a prática de futebol e nascidos entre 1997 e 2003. Esta ação vai realizar-se no dia 3 de junho de 2012, no Estádio de Nossa Senhora da Conceição, em São Romão. A sessão de treino de captação para os atletas nascidos entre 2000 e 2003, ocorrerá entre as 09:30h e as 12:30h. Para os atletas nascidos entre 1997 e 1999, a sessão de treino de captação vai decorrer entre as 14:30h e as 17:00h. Todos os atletas interessados devem comparecer no Estádio de Nossa Senhora da Conceição com equipamento apropriado e acompanhados de um responsável (maior de idade).
PARTICIPE E DIVULGUE!

PINHANÇOS: Acidente com tractor faz um morto

Um homem de 72 anos, residente em Pinhanços, Seia, morreu esta sexta-feira num acidente de trabalho com um tractor agrícola, referiu fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda. Segundo a fonte, o homem encontrava-se numa propriedade agrícola "a fazer uma reparação no tractor" quando foi colhido pela viatura que se colocou em andamento de forma inesperada. O acidente ocorreu pelas 15h53 e no local estiveram oito bombeiros e duas viaturas dos voluntários de Seia, elementos da GNR e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), indicou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), da Guarda.


A Casa do Concelho de Gouveia CONVIDA


A direcção da "embaixada" gouveense em Lisboa vai levar a cabo mais uma iniciativa entre sócios, não-sócios, gouveenses a residir em Lisboa e amigos, propondo para o próximo dia 13 de Junho (feriado municipal em Lisboa) um almoço regional, onde irão pontificar algumas iguarias da nossa região. Esta iniciativa visa criar mais um dia de convívio, confraternização e dar a conhecer aos gouveenses que se encontram em Lisboa, esta instituição que caminha para o 61º aniversário. As inscrições estarão abertas até dia 7 de Junho aos interessados, a todos, sem excepção.O dia coincide com um dia de jogo da selecção portuguesa que irá estar presente no europeu de futebol, mais uma ocasião para darmos o apoio à nossa equipa das quinas.
Assim teremos:

13 de Junho de 2012
13h - Almoço Regional
Entradas: Pasteis de Bacalhau, Rissóis e azeitonas...
Prato: Feijoada à Pastor
Sobremesa: Diversos doces regionais
Bebidas: Vinho Tinto e Branco do Dão, águas e refrigerantes
Ainda: Pão e Broa

17h - Petiscada - Apoio à Selecção Nacional ( Portugal-Dinamarca pelas 18h)
Caracóis
Caldo Verde
Chouriça
Broa
Cerveja, Refrigerantes

As inscrições poderão ser: almoço+pesticada; só almoço; só petiscada

Contamos com a vossa presença, marque o seu lugar em mais uma iniciativa da "embaixada" de Gouveia em Lisboa.

Saudações Beirãs
Joaquim Cabral
(o Presidente)

24/05/2012

Chega de tanto massacre


Em tempos de crise os trabalhadores passam a ser vistos como ordenados e não como investimentos e quando assim é não há ninguém que empregue. Hoje falava com uma pessoa com 70 anos que me dizia "oh amigo Luis isto da troika parece que querem por os países a começar do zero, parece que querem fechar tudo e começar do zero" e bem vistas as coisas, o mal que estão a fazer aos cidadãos da zona euro é tanto que parece isso mesmo. Já chega de tanto massacre.

23/05/2012

COMEMORAÇÃO DOS 150 ANOS DE PUBLICAÇÃO DE “AMOR DE PERDIÇÃO” DE CAMILO CASTELO BRANCO

VISEU, 25 e 26 de Maio de 2012
Solar do Vinho do Dão


PROGRAMA

DIA 25 DE MAIO (SEXTA-FEIRA)
17.30h – Inauguração do Colóquio – Sessão de Abertura
17.45h – “Camilo e a Beira” – José Valle de Figueiredo
18.00h – “Uma Questão de Título” – António Leite da Costa
18.15h – Intervalo
18.30h – Apresentação do Vinho Dão “Amor de Perdição”, produzido pela Quinta de Cabriz
19.00h – Tertúlia moderada por Carlos Mota Cardoso, Nassalete Miranda e José Augusto Alarcão Troni
19.30h – Concerto pelo Coro Mozart

DIA 26 DE MAIO (SÁBADO)

10.00h – “Todo o Amor é de Perdição” – João Bigotte Chorão
10,15h – “Amou, perdeu-se e morreu amando:o tríptico das cartas de Simão” – Isabel

Ponce de Leão
10,30h – “Camilo entre a Perdição e a Salvação “ – Eduardo Sucena
10,45h – Intervalo
11,00h – Inauguração da Exposição Comemorativa (Colecção Camiliana de Paulo Sá Machado)
11.30h – “O Amor de Perdição na Música, no Teatro e no Cinema” – Duarte Ivo Cruz
11,45h – “Camilo, António de Sena e a Saúde” – Carlos Mota Cardoso
12,00h- “Camilo e os Brasileiros” – José Augusto Maia Marques
12,15h – Encerramento

Organização:Sociedade Histórica da Independência de Portugal

21/05/2012

Ainda a vitória da Académica

1 documentário por dia. Desta vez um filme sobre a crise académica de 1969 que conta com DEPOIMENTOS DE UM PROFESSOR QUE ME DEU AULAS. Falo-vos de PIO ABREU. 17 Abril 1969 - Há precisamente 40 anos a Universidade de Coimbra foi abalada por uma das maiores crises académicas da sua história. Para assinalar a data, a ESECTV preparou uma edição especial inteiramente dedicada à crise académica de 1969. Esta emissão conta com os depoimentos de Pio Abreu, estudante de Medicina na época, e Álvaro Perdigão, jornalista da Emissora Nacional destacado para a cobertura da sessão de 17 de Abril de 1969. Ainda nesta edição, Ricardo Martins, realizador do documentário Futebol de Causas e a opinião de estudantes de Coimbra sobre a crise de 1969 e a actualidade.
PARTE - I
PARTE - II

19/05/2012

MINI DOC 180 - FRANKIE CHAVEZ

1 documentário por dia. Hoje fiquem com este MINI DOC 180 - FRANKIE CHAVEZ da realização do GRANDE Jorge Pelicano. FC fez a banda sonora para o PÁRE, ESCUTE,OLHE.

18/05/2012

A ENERGIA DO FUTURO

A ENERGIA DO FUTURO. Este documentário mostra-nos como está a procura pela energia renovável. Para quem acredita que não há solução para o crescente consumo de energia, está enganado. Há soluções e o que está sendo discutido é a viabilização, pois o custo benefício tem de ser levado em consideração. Está na hora de encontrar uma fonte de energia que não polua, não cause guerras e que todos possam usufruir. Energia eólica, solar, hidráulica, nuclear e tantas outras que podem e devem ser utilizadas com responsabilidade e de olho no futuro.

Depois do percurso dos esquilos vou fotografar mais um trajecto para a realização de um desdobrável com 3 percursos a realizar a partir de Torroselo

17/05/2012

João Clara um dos intervenientes no documentário LANIFICIOS.DOC já vende burel para o Japão

João Clara, artesão e associado da Associação de Artesãos da Serra da Estrela é noticia na Revista Invest pelos melhores motivos. João Clara conquistou com o burel - material fabricado, transformado e vendido na Ecolã, um pequeno império que hoje conquista a Europa e chega ao Japão - Burel Agasalha Japoneses. Abre as portas à INVEST para dar a conhecer a unidade produtiva artesanal que tem resistido ao desgaste da malha industrial, que durante séculos, urdiu a economia de toda a região.
Um breve resumo das palavras partilhadas pelo Sr. João Clara no documentário LANIFICIOS.DOC

Uma oportunidade para todos os que se dedicam ao artesanato nas suas várias vertentes

A Massivemov em parceria com a AIP lança um desafio para a FIA 2012 (Feira Internacional de Artesanato) com o objetivo de fomentar o empreendedorismo e dinamizar Startups Made in

Portugal.Para participar neste desafio terá de apresentar um projeto que se enquadre no âmbito da FIA.
Os 3 melhores projetos serão premiados com um espaço de exposição exclusivo para um público de cerca de 110.000 visitantes.

Prémio
• Presença na FIA 2012 em espaços no valor total de 20.000€;
• Possibilidade de contato com uma média de 110.000 visitantes;
• Possibilidade de venda e promoção de produtos e serviços;
• Grande exposição mediática do evento em diferentes meios de comunicação;
• Acesso como expositores à FIA 2013 com condições de acesso especiais.

Condições gerais de participação
Destinatários: Todos os empreendedores maiores de 18 anos, com projetos criativos nas áreas abrangidas pelo desafio.

Áreas abrangidas: Para participar basta submeter o seu projeto na Massivemov numa das seguintes áreas:
• Artes e Ofícios Têxteis;
• Artes e Ofícios de Cerâmica;
• Artes e Ofícios de Trabalhar Elementos Vegetais;
• Artes e Ofícios de Trabalhar Peles e Couros;
• Artes e Ofícios de Trabalhar Madeira e Cortiça;
• Artes e Ofícios de Trabalhar o Metal;
• Artes e Ofícios de Trabalhar a Pedra;
• Artes e Ofícios ligados ao Papel e Artes Gráficas;
• Artes e Ofícios ligados à Construção Tradicional e Restauro de Património e Bens Comuns;
• Outras Artes e Ofícios;
• Artes Semi-Artesanais;
• Produção e Confeção Artesanal de Bens Alimentares;
• Gastronomia Regional;
• Artigos Semi-Artesanais.

Para apresentar o projeto:
A. Aceder à plataforma www.massivemov.com
B. Fazer o Login/registo na plataforma
C. Criar projeto
D. Qualquer questão enviar email para: projetos@massivemov.com

Seleção de projetos: Esta seleção será efetuada por elementos da AIP,FIL e Massivemov.

Elegibilidade: São elegíveis os projetos apresentados na plataforma Massivemov até dia 15 de Junho de 2012 que se enquadrem nos sectores da FIA 2012.

Mais informações sobre a FIA em http://www.artesanato.fil.pt

16/05/2012

VALE DO ALVA VAI VIRAR DESERTO DO ALVA

Provavelmente devido á crise que Portugal atravessa e a Europa, os proprietários de pinhais no Vale do Alva estão a desfazer-se literalmente deles e a venderem-nos a um ritmo tal que o Vale do Alva desde Vila Cova até Sandomil está a ficar "careca" conforme as imagens documentam.
Também numa optica de probabilidades alguns poderão dizer q
ue a crise irá fazer com que os incêndios este ano aumentem e com medo que isso aconteça os proprietários não
estão de modas e toca a vender. Já lá vão mais de 7 meses desde que isto começou e os sinais começam a ver-se.
É caso para dizer que a crise até o oxigénio nos rouba.

15/05/2012

"A TERRA PEDE SOCORRO"

1 documentário por dia. "A TERRA PEDE SOCORRO". Documentário completo. Este documentário mostra a realidade do nosso eco sistema. Vale a pena ver e pensar.

ECOTURISMO - II

Javali Bébé algures por aqui na Serra da Estrela.

14/05/2012

ECOTURISMO - I

Pica-Pau verde
Percurso das Pedras do Bom nome ou percurso dos esquilos.
Torroselo (Seia) - Serra da Estrela.

Aldeias de Portugal - I

Para quem gosta das nossas aldeias, da sua natureza, das suas gentes, da sua gastronomia e da sua cultura vejam a apresentação do documentário ALDEIAS DE PORTUGAL e vejam se se identificam na forma e no conteúdo. Sinopse: As Aldeias de Portugal propõem a descoberta do Turismo de Aldeia e do Turismo de Natureza. Entre em contacto com as tradições, a gastronomia e a cultura das aldeias. Disfrute, não só de alojamento típico, mas também de paisagens naturais e de um ambiente sereno, aliando o contacto entre o Homem, a Natureza, a Cultura e a Vida quotidiana do mundo.

13/05/2012

E se de repente o mundo ficasse sem petróleo?

Um documentário por dia. E se de repente o mundo ficasse sem petróleo? O combustível principal do nosso mundo altamente tecnológico e móvel não dura para sempre. Fique a conhecer um cenário daquilo que aconteceria num dia em que as reservas de petróleo chegassem ao fim. O que mudaria no nosso mundo e como é que nos iríamos adaptar? Veja como seriam os caóticos dias e meses que se seguiriam ao catastrófico acontecimento através de recriações, imagens feitas por computador e animações. Como iríamos gerir a falta de comida, as falhas na electricidade e os Invernos que transformariam as grandes cidades em grandes aglomerados de betão e vidro isolados. O que será mais importante para a nossa sobrevivência -- a tecnologia para desenvolver novas fontes de energia ou a mudança para um estilo de vida mais sustentável?

12/05/2012

Concurso a melhor fotografia do encontro de blogues na Serra da Estrela 2012

Vamos eleger a melhor foto do encontro de blogues de 2012 em Vide. Para o efeito Manuel Dias preparou um site onde cada internauta pode visionar as fotos e votar na que mais gosta. Para ver o site clique aqui: http://encontrodeblogues.beirasportugal.com/concurso/

07/05/2012

José Pinto é o próximo "mordomo" a organizar o encontro de blogues na Serra da Estrela

Com uma forma de escrita única, com uma cultura excepcional e um pensamento brilhante, José Pinto dá vida ao blogue da Freguesia de Cabeça que pode ser visitado, lido e seguido através do seguinte link: http://cabecaweb.blogspot.pt/
Cabe ao Sr. José Pinto a organização do VII Encontro de Blogues na Serra da Estrela que irá á imagem do encontro deste ano ser também um enorme êxito de promoção do património cultural, ambiental e turístico das nossas Freguesias e do nosso Concelho. Afinal estes encontros são aquilo que o turista procura na nossa região, ou seja, ter um guia que saiba do que está a falar e que saiba informar o que estamos a ver, nos leve a caminhar entre a natureza mais bela que existe na nossa Serra e nos condecore com a gastronomia própria de cada localidade, pois o resto (fotografias e videos para divulgação) cabe ao visitante. No final o resultado só pode ser um: um convívio interessante e culturalmente são.
Veja a reportagem sobre a VI edição do encontro em: http://www.cabecaweb.blogspot.pt

...ainda o VI Encontro de Blogues na Serra da Estrela

Na foto 2 grandes amantes da fotografia. Nuno Pinheiro e Carlos Moura junto ao Poço da Broca na Barriosa (Vide).

06/05/2012

POÇO DA BROCA uma grande maravilha de Seia, Portugal

Ora aqui está uma grande maravilha do Concelho de Seia e até do País. Poço da Broca, Barriosa - Vide, Portugal. Visitem e comprovem vocês mesmos. Video gravado ontem dia 5 de Maio durante o VI ENCONTRO DE BLOGUES na Serra da Estrela. O curso fluvial de CASAL DO REI é outra maravilha a descobrir. VISITE os moínhos e os lagares de rodizio inseridos em paisagens com flora e vegetação únicas no País em VIDE, SERRA DA ESTRELA.
video

05/05/2012

VI ENCONTRO DE BLOGUES FOI EM VIDE, O VII SERÁ EM CABEÇA (a 1.ª aldeia LED de Portugal)

O VI Encontro de Blogues na Serra da Estrela foi um sucesso.

A visita começou em Casal do Rei onde o Dr. João Orlindo autentico conhecedor dos temas tratados nos começou por mostrar um lagar de azeite pertencente ao Parque Natural da Serra da Estrela o qual se encontra praticamente intacto com todos os engenhos necessários em bom estado no entanto chama-se a atenção para o telhado o qual deve ser arranjado pois corre o risco de ruir com o tempo devido ao desgaste dos caibros.

É uma relíquia que ali se encontra no Casal do Rei envolta de uma paisagem natural única. Ao lado encontra-se um moinho de rodizio também ele recuperado e mantido pelos habitantes que se interessam por manter vivas as tradições ancestrais. Ainda no Casal do Rei visitámos e tomámos café na sede da Comissão de melhoramentos. Dali seguimos destino rumo a Vide onde fizemos uma visita guiada pela parte mais antiga da localidade e onde nos foi explicado pelo Dr. João Orlindo certos pormenores arquitetónicos ali existentes. Também em Vide visitámos um lagar de azeite, visualizámos alguns aspectos e pormenores da construção das casas de xisto, ficámos a saber até que havia escadarias á saída das casas construídas por forma a dali mesmo se poderem montar os cavalos.

Ainda em Vide visitámos um moinho recuperado e mantido por alguns carolas da população, moinho que se encontra em pleno funcionamento. Por volta da uma da tarde fomos então almoçar ao restaurante Guarda Rios na Barriosa situado junto ao Poço da Broca local onde se vê uma cascata de água de uma beleza única e impar na nossa região como se pode atestar pelas fotografias e pelo vídeo do encontro de blogues feito pelo Sr. Manuel Dias.

Compareceram a este encontro o Sr. Manuel Dias a quem coube a organização, Dr. João Orlindo o guia desta visita pela Freguesia de Vide a quem muito se agradece pela forma voluntária como partilhou os seus conhecimentos, o Carlos Moura fotógrafo profissional, o Nuno Pinheiro outro amante da fotografia e da cultura local, José Pinto autor do blogue da Freguesia de Cabeça dono de uma escrita particular, única e de alto nível literário, também ele amante das tradições ancestrais, João Freire o secretário da Junta de Freguesia de Vide que registou fotograficamente todos os momentos, e já á hora de almoço juntaram-se ao grupo a Dos Prazeres Santos, Maria da Conceição Reis e Zezita Maria, todas a residir na Barriosa localidade onde foi servido o almoço pelo Restaurante Guarda-Rios.

No final do almoço o anfitrião deste ano o Sr. Manuel Dias tomou da palavra para anunciar o próximo encontro tendo decidido que desta vez caberia a organização ao Sr. José Pinto autor do blogue da Cabeça, a 1.ª Freguesia LED em Portugal que está a ser alvo de uma requalificação fora de série e que merece ser visitada por qualquer turista que goste da natureza, das tradições e das gentes beirãs.











Através do encontro de blogues
Fui informado deste evento
Disse cá para mim
Tenho que estar presente
Quando recebi o convite
Para neste encontro participar
Pensei: Que vou dizer?
Para este povo homenagear.
Para poder falar e pedir
As gerações vindouras
Que parecem feitas a gás
Pois esta nova juventude
Toda a diferença faz
Eles que não vão deixar
Estas aldeias serem esquecidas
Delas darão que falar
E as nossas tradições, levar.

04/05/2012

Participantes no VI Encontro de Blogues na Freguesia de Vide , Serra da Estrela

Lagar de azeite - Penha Garcia (Beira Baixa)

Porque amanhã no VI Encontro de Blogues na Serra da Estrela vamos visitar um lagar de azeite em Casal do Rei fica aqui um video que demonstra como se faz o azeite, neste caso no ultimo lagar a funcionar em Penha Garcia (Beira Baixa)
Durante muitos anos, vários lagares produziram azeite na aldeia... Este foi o último a produzi-lo... Em dezembro de 1988 registei, provavelmente, a sua última atividade. Uma boa parte das personagens desta pequena reportagem - já partiram para outras dimensões da consciência... Este filme, para além de ilustrar o duro trabalho que aí se fazia, - pretende, antes demais, ser uma singela homenagem aos homens e mulheres desta aldeia que, ao longo dos anos, cultivaram a terra, produziram alimentos, construiram casas, famílias... sofreram e cantaram...
JManteigas

VI Encontro de blogues na Serra da Estrela é já AMANHÃ

É já amanhã o grande dia, o encontro dos blogues, para além de um grande convívio, esta equipa vai lançar para os quatro cantos do mundo o que há de mais belo na Freguesia de Vide, para o ano será outra região a ser divulgada e destacada nas redes online.

02/05/2012

Estive no Pingo Doce, paguei 50% e sobrevivi!

Hoje certamente ainda muito se falará sobre a promoção do 1º de Maio de 2012 feita pelo Pingo Doce. Há várias abordagens possíveis, incluindo a política, mas vou-me centrar na leitura económica. No final deste post, descrevo brevemente a minha “saga” numa loja Pingo Doce. A principal questão económica que surge é como vender com 50% de desconto pode ser feito sem ser venda com prejuízo, e nesse caso não deveria a empresa ser sancionada por vender com prejuízo? Se a empresa tem margens de 50% para não ser venda com prejuízo, então não deveria baixar os preços nos restantes dias do ano? ou terá conseguido um acordo com fornecedores para baixar os preços desta forma num único dia?

Primeiro, embora não conheça os detalhes da operação do Pingo Doce, as alternativas de o Pingo Doce ter margens superiores a 50% em todos os produtos que beneficiam do desconto, ou sequer em alguns deles num volume substancial para que não tenham prejuízo nas vendas, não parece uma hipótese razoável.

Do mesmo modo, é improvável que os fornecedores tenham feito descontos de forma a tornar possível esta promoção.

Fiquemos então com a venda com prejuízo, que muita gente já se apressou a comentar e a “decidir” como motivo para sanção da empresa. Aliás, a tendência legalista portuguesa é tal que não só vão existir leituras literais (e provavelmente adulteradas) da lei, como se vai pedir legislação específica para impedir promoções de um dia (aposto que alguém vai pedir…).

Mas vamos à substância, e ainda no campo legal – vender com prejuízo é apenas um problema a ser tratado em sede de defesa da concorrência se preencher diversos critérios:

a) a empresa em causa tem que ter posição dominante num mercado relevante (por isto, entende-se que nos diversos mercados de actuação da empresa, tem que possuir peso suficiente para se poder comportar de forma relativamente livre da concorrência que defronta)

b) o espirito de sancionar venda abaixo de custo é impedir a sua utilização como instrumento predatório – isto é, só é um problema se fizer parte de uma estratégia prolongada de forçar concorrentes a sair do mercado, para depois poder explorar a sua posição dominante através de preços mais elevados no futuro (daí a importância do ponto anterior)

c) para além de objectivos predatórios sobre a concorrência, se alterar a dinâmica concorrencial dos mercados, poderá ser também prejudicial aos consumidores e à economia e dever ser penalizada (por exemplo, e sendo ainda mais técnico, se esta venda com prejuízo corresponder a uma “punição” de concorrentes por se terem “ameaçado” entrar numa guerra de preços – seria um aviso para que não sejam muito agressivos, ou então…)

No fundo, o teste final é saber se os consumidores sairão prejudicados, num prazo de tempo razoável, por esta promoção, para avaliar se tem efeitos anti-concorrenciais que justifiquem uma intervenção das autoridades económicas.

A meu ver, e apesar de ser contra-corrente das opiniões que têm sido expressas, não creio que levante qualquer problema concorrencial. Foi uma promoção esporádica, num dia, que deu notoriedade à empresa. Não é esta promoção que coloca concorrentes fora do mercado. Não é esta promoção que garante uma fidelização profunda dos consumidores. Não é esta promoção que dá a possibilidade da Jerónimo Martins praticar preços mais elevados no futuro.

Onde pode residir alguma dúvida é sobre se faz parte de uma estratégia de “aviso” aos concorrentes, aspecto que é normalmente muito difícil de comprovar. Terá que se ver se face a campanhas de descontos de outros distribuidores, voltam a existir promoções deste género, ou se as campanhas de descontos dos concorrentes registam uma inversão depois deste 1º de Maio a 50%.

Em termos de funcionamento do mercado, campanhas de descontos que obriguem a compras repetidas ou descontos que resultem de “compras conjuntas”, por obrigarem a uma menor mobilidade dos consumidores entre concorrentes são potencialmente mais lesivas do funcionamento do mercado (podem não criar problemas, mas justificam mais uma avaliação por parte das autoridades económicas do que esta campanha de um dia).

Há ainda uma distinção adicional – noutras situações de venda com prejuízo de grandes superfícies de distribuição a retalho, a venda com prejuízo nuns produtos pode ser usada como “isco” para os consumidores uma vez na loja comprarem outros produtos que têm margens mais compensadoras, o que em média se traduziria numa margem média positiva para os retalhistas, e até eventualmente num preço médio do cabaz adquirido mais elevado para o consumidor. Essa questão não se coloca aqui, uma vez que o desconto incide sobre todos os produtos.

Fica então a pergunta de porquê ter gerado tanto incómodo esta promoção?

Uma primeira resposta é política – houve uma intenção deliberada de fazer do 1º de Maio um dia de trabalho ou de consumo, mas não de celebração. E sobre intenções de um lado e de outro sobre esta visão política não me pronuncio. Claro que esta leitura política poderia ter sido evitada se a promoção tivesse tido noutro dia.

Uma segunda resposta é social – há uma vontade de ver com maus olhos tudo o que as grandes empresas façam, e no caso do Pingo Doce ainda estará na memória a mudança da sede para a Holanda.

A terceira resposta é que temos um “paternalismo” atroz e gostaríamos que estas empresas decidissem da forma que achamos correcta – “há liberdade de escolha desde que coincida com a minha visão”

Podem existir outras respostas. Não pretendi ser exaustivo.

Peço apenas que se pensem em duas situações alternativas, e que reacção se teria sobre elas:

- imaginemos que o Pingo Doce pegava no dinheiro todo que lhe custou esta campanha (na presunção de que sacrificou alguma margem), e em vez de baixar os preços atribuía subsídios publicitários aos cinco principais clubes de futebol do país. Gastava o mesmo, mas não seria criticado (talvez até fosse louvado). Mas os consumidores não beneficiavam directamente da utilização destas verbas!

- imaginemos que o Pingo Doce pegava no dinheiro todo que lhe custou esta campanha (na presunção de que sacrificou alguma margem) e oferecia a instituições de solidariedade social. Certamente não seria crucificado como está a ser, e até seria mostrado como exemplo de responsabilidade social. Mas porque é essa a única forma de ajudar os outros e não através de descontos? (independentemente das nossas preferências, não devemos aceitar as visões diferentes dos outros, desde que não tenham outros efeitos negativos?)

Ou seja, descontando o incómodo político do dia escolhido para a promoção, a visão à partida negativa sobre tudo o que as grandes empresas façam, e a imposição das preferências individuais sobre as acções dos outros, e não havendo, até prova em contrário, um efeito negativo sobre os consumidores desta promoção, o que fica?

Talvez as imagens de prateleiras vazias, e muita gente a tentar entrar para aproveitar; talvez os relatos de esperas de horas para ter um carrinho para entrar no supermercado, e depois as várias horas de espera para pagar; talvez a falta de civismo entre consumidores?!

E como prometido no início, aqui vai a minha “saga” no dia de ontem. Vivendo a curta distância de um Pingo Doce, que utilizo para as compras regulares, não havia razão para não aproveitar a ideia. Cheguei ao dito cerca das 10h00, muita gente, mas sem restrições de entrada, não havia carrinhos disponíveis mas deu para utilizar os “trolleys” mais pequenos. Estando cheio era difícil circular, mas não impossível. Quem pagava e deixava o supermercado avisava da disponibilidade de carrinho ou dos “trolleys” (vi várias pessoas fazerem isso). As zonas de talho e peixaria estavam bastante cheias, nem me aproximei. Compras regulares do mês: detergentes de limpeza, cereais de pequeno almoço, azeite, massas, arroz, alguns enlatados, etc…

Filas para pagar maiores que o habitual, com a estratégia portuguesa tradicional a ser seguida por muita gente – um fica na fila para pagar, outro anda para trás e para a frente a encher os carrinhos até ser momento de pagar – demorou talvez 20 a 30 min para se despachar esta parte, e às 11h15 estava já fora, e com pagamento por metade.

Ainda me passou pela cabeça que se calhar nem tudo estava incluído na promoção – injustiça da minha parte, o que paguei foi exactamente metade do valor registado.

Depois pensei – vai-se a ver e aumentaram os preços para que o desconto de 50% não seja mesmo 50% sobre o preço habitual. Felizmente, como tinha recibos de outras compras em dias anteriores, deu para ir ver alguns produtos – o preço era o mesmo na maioria, nuns subia uns dois cêntimos, noutros era mais baixo uns dois cêntimos, nada de significativo. Na verdade, não verifiquei todos os produtos, mas apenas os de compra mais habitual e de maior valor. Mas fiquei razoavelmente convencido de que não houve ajustamento especial de preços para este dia.

Tudo junto, estive no Pingo Doce a 1 de Maio, poupei 50% e sobrevivi para contar!!

por: Pedro Pita Barros