04/01/2007

O blog feito pelos seus leitores

NÃO ao aborto
"Como é que num pais que se diz desenvolvido se possa sequer por a hipotese de sacrificar inocentes pelos erros dos pais. Será que nao entendem que eles nao pediram para ser feitos,e se o foram (quer por erro ou não) não deixam de ser pequenos seres que se estão a gerar, são pessoas e com que direito é que cada um de nos tira a vida a uma pessoa. A partir do momento em que é gerado, começa ali uma nova vida, um novo ser com direitos e ninguem tem o direito de violar esses direitos, porque é uma cobardia atentarmos contra a vida de alguem que não se pode defender. Ao votarmos a favor do aborto estamos a votar a favor do crime, a favor do assassinio, sendo assim com que direito punimos os assassinos e não quem pratica o aborto? È a mesma coisa, um assassino ou uma mulher que pratica voluntariamente o aborto merecem ser punidos de alguma maneira. Ainda por cima, a lei que o governo quer implementar é so por si um crime, despenalizar até as 10 semanas?Por favor pensem um pouco, com 10 semanas de gestação o feto ja apresenta actividade cardiaca, os seus orgaos vitais ja funcionam e só pedem uma oportunidade. Nao queiram ser assassinos...VOTEM NAO!!!!!!"
autor devidamente identificado (recebido por e´mail)

1 comentário:

DJ Oração disse...

Olha eu voto sim.
Apenas tenho de vos dizer, que respeito a liberdade, e o prejuízo de quem faz os abortos. Eu faço de tudo para que nunca precise de os fazer. Mas quem sou eu para ver julgados em tribunal os intervenientes de tão revoltoso acto (mulher, médicos, enfermeiros, parteiras de vão de escada, etc). Se não houver despenalização do aborto, este país continuará a viver do folclore mediático e da benção divina das instituições sobre Ballet Roses e Casa Pias. Um país em que nada acontece, ou tudo é feito para esquecer que acontece...
Não é só nas grandes cidades que há pessoas que usam da liberdade, mesmo no interior toda a gente conhece casos felizes ou menos felizes dos abortos.