31/01/2009

Exposição “Viver os Têxteis” em Seia

Vai estar patente no Posto de Turismo de Seia, entre os dias 1 e 18 de Fevereiro, a exposição “Viver os Têxteis”, organizada pelo Arquivo Municipal de Seia, que retrata a história dos têxteis no concelho de Seia. Esta exposição pretende transmitir, por um lado, a evolução dos têxteis desde o séc. XIX até à primeira metade do séc. XX e, por outro, sublinhar a sua importância não só para o concelho de Seia, mas sobretudo para a comunidade local, que viveu unicamente desse recurso. Os têxteis são hoje uma herança, uma “memória”, de um sector que em “tempos idos” foi grandioso. O horário de visita é de segunda a sábado das 09h00 às 12h30, e das 14h00 às 17h30, e aos domingos das 09h00 às 13h00.

2 comentários:

João Carreira disse...

Caro Luís Silva,


É de aplaudir tal iniciativa, embora esteja muito longe da ideia do Museu dos Laníficios da qual já se falou muito...
Em relação a Loriga, duvido que haja uma pessoa que não tenha um ascendente ligado à indústria dos laníficios. Eu e a minha mãe não estivemos, embora eu, até aos 10 anos, tenha brincado todos os dias numa fábrica parada; mas a família da minha avó, pelo menos até ao seu tretavô, estiveram. E como essa família, todas em Loriga.

Mais do que uma lembrança nostálgica ou uma vaidade efémera, é bom não esquecer o passado se servir de inspiração para os dias presentes, pois foram gerações que sofreram bastantes dificuldades, mas que nunca cruzaram os braços.

Com estima e admiração, um abraço,

João

A. Moura Pinto disse...

E aqui está um com um ascendente na indústria de Lanifícios, em Loriga. O meu Pai trabalhou na Redondinha, de Augusto Luís Mendes.
E preocupado em que se não perca a memória colectiva.
Quanto a Museu dos Lanifícios, omitir a importância de Loriga será de lesa-pátria.