29/08/2006

Há quem lance telemoveis e há quem lance...anões

Temos visto ultimamente nas nossas tv´s que os finlandeses têm um novo desporto. Nada mais nada menos que o lançamento de telemoveis. Parece que o recorde está nos 89 mt. Tudo bem isto é realmente algo raro logo é alvo de noticia, mas comparado com o lançamento de anões isto não é nada,e, ninguém fala neste desporto. Pois cá vai uma explicaçãozinha.
O lançamento de anões, importado dos Estados Unidos e da Austrália nos anos de 1980, consiste em jogar "pequenos" anões o mais longe possível, e geralmente acontece em bares e discotecas. O dublê usa um capacete e roupas acolchoadas que têm alças nas costas para facilitar o arremesso do projéctil humano por homens grandes. No entanto, este passatempo tem gerado bastantes controvérsias, nomeadamente no Comité de Direitos Humanos da ONU que quer proibir o lançamento de anões por considerar necessário proteger a ordem pública e a dignidade humana. Infelizmente não se encontram fotografias deste passatempo na internet.

5 comentários:

O Micróbio II disse...

Com que então querias fotos... bem me saíste cá um sádico! :-)

Luis Silva disse...

Micróbio estás a ter uma observação vulgar digna de um comum mortal. Quando faço essa observação quero com isso chamar a atenção que afinal ainda não existe tudo na internet, ao contrário do que muitos apregoam.

O Micróbio II disse...

Luís, um comum mortal? Garanto-te que aquilo que denominas como "comum mortal" são aqueles que acham que a liberdade serve para justificar a exposição de tudo e mais alguma coisa em qualquer lugar. Ainda bem que assim não é... veja-se a polémica em torno da pedofilia.

Luis Silva disse...

Carlos isso da pedofilia já não é polémica, já é uma telenovela sem fim à vista. É isso, é o futebol, á a co-incineração etc,etc,etc. Afinal Portugal é um país de fait-divers. Quanto ao caso do lançamento de anões é sempre um tema polémico por ele próprio, mas já imaginaste o que era ires a um bar qualquer e de repente só veres anões a voar? era no minimo muito giro, ou não?

O Micróbio II disse...

De qualquer forma na Finlândia, até eu com o meu metro e setenta devo ser considerado um anão... irra!