02/09/2008

Até nisto o PS e o PSD são diferentes

Chamou-me a atenção um artigo no Jornal de Noticias do passado domingo em que o seu autor em jeito de curiosidade alerta o leitor para o seguinte: Tanto o Partido Socialista como o Partido Social Democrata têm regras próprias até na forma como os seus representantes assinam, senão vejamos. Por parte do PSD é usual as grandes figuras assinarem com 3 nomes, exemplo disso: Manuela Ferreira leite, José Pacheco Pereira, Marcelo Rebelo de Sousa, Pedro Santana Lopes e por aí fora. Já por parte do PS é usual assinarem só com 2 nomes, senão vejamos: José Socrates, Paulo Pedroso, Ferro Rodrigues, António Vitorino, António Costa e por aí fora. Quero com isto dizer que há por aí muito boa gente que para ser realmente identificado com o partido que representa tem antes de mais de corrigir a forma com que assina até para serem considerados pelo seu próprio partido como politicos de gema.

9 comentários:

O Micróbio II disse...

Agora é que me lixaste... eu costumo assinar só com dois nomes (Carlos Tavares) e nunca fui dado a cores "abichanadas" como é o caso do "rosa"...

LS disse...

Eu para não dizerem que sou de A ou B vou passar a assinar com 4 nomes, o pior é se vão pensar que sou do PC ou do BE...

Mac Adame disse...

Até que enfim que alguém descobre uma diferença entre o PS e o PSD! Andava há que tempos à procura de uma diferençazinha que fosse e ainda não tinha encontrado nada.

Diasnet disse...

Caro Luis, o melhor é não passarmos a assinar nada, assim passamos disfarçados

LS disse...

Amigo Diasnet acho que esse é sem dúvida o melhor conselho:)abraços

Romeu disse...

Será que é só uma coincidência, ou haverá aí algo do foro psicológico ao nível da personalidade?

Obrigado pela dica.
Vou ter de mudar a minha assinatura.

LS disse...

Romeu ao que parece é mesmo uma regra dos partidos.Abraço

João Carreira disse...

Caro Luís,

Não é bem assim, basta ver os políticos da região:Nuno Vaz, João Tilly, António de Almeida Santos e Joaquim de Pina Moura. Depois encontra muitos mais exemplos pelo país, Tito Morais, Eurico de Melo, Macário Correia, Nuno Severiano Teixeira. E até naqueles que são agora independentes, Fátima Felgueiras ou Isaltino Morais.

No nome é muito subjectivo, eu sou militante do PSD e assino tudo como João Carreira. Tenho um primo do Bloco de Esquerda e assina com três nomes. Por isso até na mesma família há bastantes diferenças, por mais unidos que sejam.
Também para um grupo de ex-colegas de escola eu sou Teófilo ( o meu segundo nome próprio), quando precisam de algo perguntam: Ó Teófilo como é que tu te chamas?.

Acho que as diferenças entre esquerda e direita são mais sensíveis e estão bem relatadas no blogue de Santana-Maia Leonardo:
http://sol.sapo.pt/blogs/contracorrente/default.aspx

...E mesmo aqui é apenas a visão do autor do texto e muitos podem não estarem de acordo.


É sempre bom passar pelo OP.
Votos de um Excelente Fim-de-Semana.

Com estima e admiração,

João

Anónimo disse...

Essa descoberta do Jornal é de alguem que já leu o livro do josé de pina.

http://www.gradiva.pt/livro.asp?L=100213

Já em 2004 ele tinha escrito isso e muito mais nas páginas 31 a 35.

Se puderes um dia compra e lê.

Vale mesmo a pena