12/01/2006

O exemplo da Irlanda

O governo do país da UE com maior crescimento consubstanciou, no orçamento de Estado para 2006, um forte reforço no financiamento dos benefícios sociais, especialmente no que se refere às crianças. O documento "Putting Children First", cuja leitura recomendo vivamente (designadamente aos nossos dirigentes e decisores!) é de uma qualidade invejável, com medidas práticas e exequíveis, e uma determinação ímpar na defesa das crianças. Grande Irlanda! De país atrasado, pobre, "alcoólico" e retrógrado, passou a um dos exemplos mais interessantes de uma Europa deprimida, tristonha e pessimista. A bem dizer, não é novidade: os irlandeses sempre marcaram pontos, em todos os tempos, quando desejaram as coisas e tiveram "ganas" de as fazer.

3 comentários:

teiadepalavras disse...

quando dei por mim, estava lendo todo teu espaço, parabéns!

Fios
Casti

teiadepalavras disse...

Quando, corrigindo...

Luis Silva disse...

Ok. É sempre bom ter admiradoras de S. Paulo. Bjs e obrigado pelo elogio.